Vacinas do bebê no primeiro ano


Ser mãe é uma delícia, mas é necessário tomar muito cuidado com o bebê, principalmente no primeiro ano de vida. Tomar todas as precauções para que a criança cresça com saúde e vacinada contra todas as doenças que podem vir a afetar a vida do bebê, acompanhar todas as vacinas com o cartão de vacinas e sempre visitando o pediatra que acompanha a criança, saúde é coisa séria e o simples esquecimento pode custar muito para saúde da criança, acompanhe nossa matéria especial e veja as principais vacinas do bebê no primeiro ano de vida.

Vacinas do bebê no primeiro ano

Vacinas que seu filho deve tomar no primeiro ano de vida:

BCG (dose única)

A BCG é a primeira vacina que seu recém-nascido deve tomar. Essa vacina previne a tuberculose. A BCG é aquela famosa vacina que fica a cicatriz no braço direito. Ela é dose única.

Hepatite B (primeira dose)

A vacina contra hepatite B, doença que ocorre por meio viral que causa infecção e pode ser adquirida tanto recém-nascido, quanto criança ou adulto. É uma vacina extremamente segura, mas para garantir mais eficácia, deve se tomar três doses no total: a primeira dose com um mês de idade, a segunda dose com 2 meses de idade e a terceira com 6 meses.

Essa vacina é aplicada na lateral da coxa (intramuscular).

2 meses

DTP (difteria, tétano e coqueluche, primeira dose)

Essa vacina previne essas três doenças. A DTP, por ser uma vacina um pouco pesada para o bebê por conter bactérias da coqueluche, pode causar febre e dor na criança. A vacina DTP deve ser injetada em três doses. A segunda com 4 meses de idade e a terceira com 6 meses.

vacinas do bebê no primeiro ano

Hib – vacina Haemophilus influenzae, primeira dose

Essa vacina previne contra pneumonia, meningite e epiglotite (inflamação que faz com que a criança fique com falta de ar). A injeção é intramuscular, aplicada em três doses e até dois reforços. A segunda dose com 4 meses e a terceira com 6 meses.

Pólio inativada ou oral (primeira dose)

Essa vacina contém duas formas de ser adquirida, uma por via oral (trivalente oral ou Sabin), criada com o vírus vivo ou injetável (Salk, produzida com o vírus inativo). Essa vacina previne contra a paralisia infantil. Precisa-se vacinar a criança através de três doses da pólio oral ou inativada. A segunda aos 4 meses e a terceira aos 6 meses.

Rotavírus (primeira dose)

Vacina que previne a diarreia viral. A segunda dose deve ser adquirida aos 4 meses de idade.

3 meses

Aos três meses o bebê deve tomar a vacina meningocócica C (primeira dose). Vacina que protege do meningococo C, que é um dos causadores da meningite meningocócica, uma grave infecção. A meningocócica C deve ser tomada em duas doses e um reforço. A segunda dose com 5 meses, a primeira dose do reforço com 1 ano.

6 meses

Influenza (primeira dose)

A influenza previne contra alguns tipos de vírus que causam a gripe. Essa vacina precisa-se ser repetida anualmente, devido às modificações que os vírus sofrem ao longo dos anos.

1 ano

SCR – primeira dose

Essa vacina protege contra três doenças virais (sarampo, caxumba e rubéola – significado da sigla) e em duas doses ela é aplicada. A segunda dose a criança deve tomar entre os 4 e 6 anos de vida.

Hepatite A – primeira dose

A hepatite A é uma infecção viral que gera grandes problemas para o fígado, pois causa inflamação aguda no órgão. Deve se dar o intervalo de seis meses para dar a segunda dose da vacina.

Varicela – primeira dose

A varicela previne contra essa doença também viral, que pode causar a formação de pequenas bolhas (vesículas) pelo corpo da criança e febre. A primeira dose toma-se quando a criança tem 1 ano de idade e a segunda em torno dos 6 a 7 anos de idade.


•••