Mulher menstrua na gravidez?


Um dos primeiros sinais da gravidez é a falta de menstruação, mas e quando esse sinal não aparece e a mulher continua tendo sangramentos? Esse evento não é normal, mas isso não significa que não possa acontecer. Veja aqui o que você precisa saber sobre esse tema, tire todas as suas dúvidas e saiba se a mulher menstrua na gravidez ou não!

Mulher menstrua na gravidez?

Um dos requisitos básicos para haver menstruação é a ovulação, se a mulher não ovula nem tem as flutuações hormonais de estrogênio e progesterona que ocorrem ao longo do ciclo menstrual, ela não apresenta os estímulos necessários para que possa menstruar todo o mês.

Sendo assim, não é considerado normal haver menstruação durante a gravidez, já que o sangue que seria a menstruação é revertido para o bebê que está em desenvolvimento. Assim, a perda de sangue durante a gravidez não é referente à menstruação, mas é na verdade um sangramento, que pode colocar a vida do bebê em risco.

Esse sangramento durante a gravidez podem ter diferentes causas dependendo do tempo de gestação, quando ocorre logo no início da gravidez, comumente entre os primeiros 15 dias após a concepção o sangramento é rosado e dura cerca de 2 dias, provocando cólicas iguais às da menstruação. Assim, uma mulher que esteja grávida de 2 semanas, mas que ainda não fez o teste de gravidez, pode achar que está menstruando quando na verdade já está grávida.

Mesmo não sendo tão comum, algumas coisas podem podem causar esses sangramentos durante a gravidez, sendo que até uma em cada cinco grávidas apresenta, pelo menos, um episódio de sangramento vaginal nas 12 primeiras semanas de gestação. Algumas dessas causas são inocentes, mas outras podem indicar problemas graves na gravidez, tais como risco de abortamento ou gravidez ectópica.

Mulher menstrua na gravidez

Mulher menstrua na gravidez

Outras causas para menstruar na gravidez

Entre as causas benignas de sangramento na gravidez está o chamado sangramento de implantação, que é uma discreta perda sanguínea que pode surgir quando o embrião se implanta na parede do endométrio. Esse sangramento, apesar de ter um aspecto bem diferente da menstruação, é frequentemente confundido com o período, pois ele costuma ocorrer ao redor da 4ª semana do ciclo menstrual, época em que a mulher está à espera da sua menstruação.

Sangramentos sem relevância clínica podem ocorrer também após um exame ginecológico ou mesmo após relações sexuais. Esses sangramentos ocorrem porque a vagina e o colo do útero encontram-se mais sensíveis, com alterações nos seus tecidos e com maior aporte de sangue durante a gravidez. Mulheres com pólipos ou miomas uterinos também podem ter episódios de sangramento vaginal ao longo da gestação.

Nos últimos 3 meses de gravidez, é frequente que a mulher apresente sangramento após o contato íntimo, uma vez que o canal de parto se torna mais sensível, sangrando com facilidade, e na maior parte das vezes um pequeno sangramento que acontece esporadicamente em qualquer fase da gravidez não é grave e não coloca a vida da mãe e do bebê em risco.


•••