Já levou seu filho ao museu?


Os museus contribuem para a formação cultural e intelectual das crianças. Muitos pais deixam de levar seu filho ao museu por achar que terão muitas dores de cabeça. Como se trata de um espaço que exige o comportamento adequado até mesmo de adultos, os pais pensam que não será possível controlar o ânimo das crianças.

Mas se pensarmos assim, deixaremos de fazer muitas coisas com nossos filhos. E pior, ignoraremos fatos importantes para o crescimento saudável das crianças. A educação sempre terá custos, pois não é possível formar adultos cultos e civilizados sem enfrentar muitas dificuldades.

Visita ao museu

O museu é um elemento essencial na formação, e deve ser utilizado para despertar o interesse das crianças em arte e cultura. Você não precisará detalhar as obras para ela, basta garantir que seu imaginário esteja trabalhando durante toda a visita.
Ou seja, a primeira dica é essa: não trate a criança como adulto nesse ambiente. Vocês devem se divertir antes de qualquer coisa. Abaixo você encontrará muitas outras dicas para ter um dia inesquecível com a visita de seu filho ao museu.

Primeira visita ao museu

Inicialmente, é interessante levar a criança em museus temáticos. Escolha aqueles que possuem obras relacionadas ao interesse do seu filho. Por exemplo, se ela gosta muito de animais, leve-o a um museu com espécies empalhadas e réplicas de animais históricos.

Quando chegarem ao local, você pode fazer o itinerário fornecido pelo museu. A visita deve ser feita com calma, para a criança pode assimilar todas as cores, texturas e sentimentos de cada obra. Se perceber que seu filho tem interesse por algo em especial, dê tempo para ele analisar.

levar seu filho ao museu

Pergunte o que ele acha da obra, o que sente quando a vê. A criança deve estar livre para falar tudo o que pensa sobre as peças. Dessa forma ela vai aprendendo a importância da subjetividade na arte. Quando for falar sobre as produções artísticas, utilize uma linguagem simples e clara. A criança deve ver que a arte está próxima a ele, que está no seu mundo.

Muitos adultos não gostam de arte porque não tiveram contato com ela. Por causa disso, cresceram com a ideia de que apenas uma elite pode apreciá-la.

Depois da visita ao museu

Especialistas recomendam uma visita de, no máximo, 45 minutos. Na casa pergunte a seu filho o que ele achou do passeio, de qual artista gostou mais, etc. É interessante propor uma atividade relacionada à visita.

Dependendo da idade da criança é possível estimulá-la de diversas formas. Por exemplo, peça para seu filho fazer um desenho inspirado nas telas e esculturas que mais gostou. Ou, se ele já sabe escrever, peça para ele fazer uma história com alguns personagens que viu no museu.

Todo o dia comente um pouco sobre o passeio no museu, buscando deixar seu filho com vontade de ir novamente. Dessa forma você está construindo um estímulo que mais tarde se desenvolverá por conta própria.

Quando a criança está próxima da arte desde cedo, ela jamais abandonará a curiosidade a respeito da cultura artística. Mais tarde você não precisará se preocupar mais em influenciá-la com cultura, pois ela mesma irá se educar.


•••