Importância do aleitamento materno


O leite materno é o alimento mais essencial e completo para o bebê. Nele estão contidos todas as vitaminas,água,gorduras e proteínas  e muitas outras são necessárias para o seu completo e correto crescimento. O leite materno se refere ao leite que é produzido pela mulher e é utilizado para alimentar seu bebê por meio do aleitamento materno.

Aleitamento materno

O leite materno apresenta várias outras características muito essenciais tanto para o bebê como para a própria mãe. O leite materno adquire anticorpos  que proporcionam imunidade para o bebê contra doenças até que seu sistema imunológico esteja desenvolvido, provavelmente ele deve desenvolve por  volta dos seis meses. O leite materno possui todos os nutrientes, vitaminas, minerais e a água necessária para que o bebê cresça saudável. Já foi demonstrado que a complementação do leite materno com água ou chás é desnecessária, inclusive em dias secos e quentes.

Recém-nascidos normais nascem bastante hidratados para não precisar de líquidos, porém ,além do leite materno, apesar da pouca ingestão de colostro nos dois ou três primeiros dias de vida. Indica -se que até os seis meses de vida o bebê deverá ser bem alimentado exclusivamente de leite materno. Depois deste período, a amamentação deverá ser complementada por outros alimentos. A médica sempre lembra que os primeiros dias após o nascimento são muito importantes para que a nova mamãe consiga amamentar por mais tempo.

aleitamento materno

É um período  para que os dois possam ir aprendendo juntos. A ideia é realizar esse contato o quanto antes e não oferecer chupetas ou mamadeiras. Não existe leite fraco. O leite materno é de mais fácil digestão, e a capacidade gástrica do bebê é pequena. Por este e outros motivo, ele mamará com mais frequência e vai melhorar muito no crescimento do bebê. A maioria das vitaminas está sempre presente em quantidades adequadas no leite do ser humano.

Apesar do leite de vaca conter algumas vitaminas em quantidades superiores ao leite materno, o aquecimento, a exposição à luz e ao ar inativam e destroem a maioria delas. O período da amamentação também contribui para o desenvolvimento emocional do bebê, pois promove uma forte ligação emocional com a mãe, lhe passando segurança e muito carinho, de modo a facilitar, mais tarde, o seu relacionamento interpessoal e, ainda, contribui para o desenvolvimento psicomotor do bebê. O próprio ato de mamar promove uma melhor flexibilidade na articulação das estruturas que participam na fala e estimula também o padrão respiratório nasal do bebê.

O Aleitamento materno

O aleitamento materno é um procedimento que envolve alguns fatores: ambientais, fisiológicos e emocionais. É bastante importante ter o conhecimento de que a produção de leite é determinada pela ação hormonal na gravidez e é evoluída quando ocorre o aleitamento materno de forma adequada e  não de certas crenças populares que ouvimos diariamente. No período do recém-nascido o bebê precisa de cuidados importantes e de uma alimentação que dê a ele nutrientes essenciais para crescer e se desenvolver.

importância do aleitamento materno amamentando

Um desses aspectos importantes para a sobrevivência e o crescimento saudável da criança é o aleitamento materno. A mãe não precisa preocupar-se caso nas primeiras tentativas o bebê não aceite algum dos novos alimentos. É normal que o bebê rejeite, ou não goste de uma nova comida, pois, está acostumada com o leite. Situações de rejeições ocorrerão, principalmente com os alimentos salgados, mas com a insistência a criança irá se acostumar com os novos sabores familiarizando-se com os novos alimentos.

A Importância do aleitamento materno

Por meio do aleitamento materno que bebês recebem os nutrientes necessários para o organismo, por isso que é importante que eles sejam alimentados durante os primeiros seis meses exclusivamente com leite materno. Por tanto no mundo isso acontece com menos de um em cada quatro bebês.

A partir dos seis meses podem ser acrescentados alimentos complementares, como frutas , papas , sopinhas entre outras . De preferência na forma pastosa, associados com a amamentação, que ainda deverá ser mantida por dois anos ou mais. além dos vários e mais conhecidos benefícios para bebês e para as mamães , a amamentação pode prevenir várias doenças, principalmente se a maneira certa da amamentação seja mantida por longo prazo, mesmo que depois o bebê esteja consumindo outros alimentos.

aleitamento materno
Amamentar é bom não só para a saúde do bebê, mas também para a saúde da mãe.O aleitamento materno protege as crianças de: Alergias, diarreia, meningites, otites, pneumonias, vômitos, bronquiolites. amamentar desenvolve o sistema imunológico do bebê, amamentar ajuda no desenvolvimento da fala, amamentar estimula o crescimento e desenvolvimento ideal da musculatura oral.

Ajudando e permitindo que a respiração seja facilitada, deglutição e mastigação, amamentar fortalece o vínculo mãe e bebê, amamentar diminui bastante o risco de alergia, o leite materno é o nutriente mais importante e completo para o bebê, amamentar evita doenças futuramente, o bebê que é amamentado dificilmente terá anemia, amamentação evita cólicas e várias outras dores abdominais,  amamentar diminui muito risco de câncer de mama na mulheres.


•••