Fenda palatina – causas e tratamentos


A fenda palatina ou lábio leporino é uma abertura no local do lábio ou plato, que é provocada pelo não fechamento dessas estruturas, que acontece entre a quarta e a décima semana da gravidez. O adjetivo leporino refere-se à semelhança com o focinho fendido de uma lebre.Apesar de que a fenda palatina e o lábio leporino(abertura labial) possam acontecer em combinação, ambas possuem diversas origens embrionárias.
Desta forma, isoladas as aberturas do palato duro e mole (sem fissura labial), deverão ser consideradas como entidades distintas daquelas relacionadas com abertura do lábio ou uma abertura labial maxilar. Separadamente, as fissuras do palato duro e mole representam entre 25% a 30% de todos os casos de aberturas. Clinicamente, a fenda palatina diversa de uma úvula bífida, até completa fissura de palato mole, por meio de fissura completa ou incompleta, tanto do palato duro quanto do mole.

No caso de fissuras no palato mole, esta pode resultar em modificações fisiológicas da tuba auditiva levando a anomalias do ouvido médio e complicações auditivas. O início das manifestações clínicas nas crianças acontece na fala, com hipernasalidade, em conseqüência da incapacidade velofaríngea. Nos fatos mais graves, fenômenos compensatórios glóticos podem provocar a produção de uma respiração pesada.

Por que os bebês nascem com lábio leporino e/ou fenda palatina?

Os motivos desses defeitos congênitos até este momento não são absolutamente conhecidas. Há casos em que bebês nascidos com uma fissura lábio palatina têm procedentes com o mesmo problema, mas há inclusive circunstâncias em que não apresentam nenhum histórico familiar.
fenda palatinaUm estudo chegou a recomendar que mulheres que fumavam 20 ou mais cigarros por dia no período da gravidez, tinham mais que o dobro de chance de dar à luz bebês com lábio leporino e/ou fenda palatina. A mesma pesquisa comprovou que bebês apresentavam chances oito vezes maiores de nascer com um ou o outro quando tinham pré-disposição genética para isso e a mãe tivesse fumado na gestação.

Com quanto tempo após o nascimento posso operar meu filho?

Não há alguma urgência ou satisfação científica para a cirurgia ser efetuada nas primeiras horas de vida, na maternidade. A cirurgia só deve ser efetuada apenas com boas condições clínicas da criança, com exames e peso ajustado e de acordo com a avaliação do Cirurgião Plástico.
Os protocolos cirúrgicos dos melhores centros mundiais recomendam que a cirurgia do lábio seja realizada entre os 3 a 6 meses, preferencialmente com intervenção na deformidade do nariz, e a cirurgia do palato antes dos 2 anos de idade (+- com 1 ano e meio).

Sintomas

A fissura labial é uma abertura que se inicia na lateral do lábio superior, dividindo-o em dois segmentos. Esse erro no fechamento das estruturas pode restringir-se ao lábio ou estender-se até o sulco entre os dentes afiado lateral e canino, alvejar a gengiva e o maxilar superior e atingir o nariz. Já a fenda palatina pode alcançar todo o céu da boca e a base do nariz, determinando comunicação direta entre um e outro.
fenda palatina 2Os sinais dos problemas não são somente estéticos e envolvem relação como má nutrição, distúrbios respiratórios, de fala e audição, infecções crônicas e modificações na dentição. Ainda podem causar distúrbios emocionais, de sociabilidade e de autoestima.

Diagnóstico

Com a evolução da ultrassonografia, várias fissuras podem ser diagnosticadas intra-útero. Ainda assim, algumas crianças têm seu diagnóstico efetuado somente ao nascimento, provocando surpresa para os médicos e especialmente para os familiares. Algumas fissuras de palato podem ter um diagnóstico ainda mais inoportuno, quando a criança começa a fala. São as fissuras de palato submucosas ou fissuras ocultas, em que a mucosa oral se encontra íntegra, mas a musculatura e os ossos estão divididos.

Bebês que nascem com fissura de lábio e palato devem ser analisadas por médicos especialista, pesquisando e afastando outros problemas que podem estar relacionados ao quadro. As crianças que apresentam uma fissura isolada do palato,principalmente se elas inclusive apresentam uma mandíbula pequena, devem ser avaliadas por um especialista em genética médica para afastar o diagnóstico de Sequência de Pierre Robin, Síndrome Velocardiofacial, entre outras síndromes.

Tratamento

Nos dias de hoje, vários médicos brasileiros indicam que a cirurgia para a reparação do lábio leporino seja realizada logo nos primeiros dias de vida do bebê desde que ele esteja saudável. Além de ser uma decisão complicada deixar uma criança tão pequena passar por uma operação, muitos pais e mães preparam-se com antecedência para isso, já que os ultra-sons da gravidez podem ter absolvido o problema antecipadamente.
fenda palatina 1Os bebês se recuperam rapidamente da cirurgia e necessitam ficar internados entre três e cinco dias. A amamentação depois da cirúrgica é indicada para que a criança aproveite todos os todas as vantagens do leite materno. Um dos benefícios de fazer a cirurgia logo é do lado emocional: a mãe fica mais calma para investir na amamentação, o que colabora para seu sucesso.

Nesse caso da fenda palatina, a reconstrução geralmente é realizada depois do primeiro aniversário da criança, porque inclui uma estrutura óssea que não deve ser mexida tão cedo, a fim de não comprometer seu crescimento. Alguns médicos optam por efetuar o fechamento da fenda em duas cirurgias, com um intervalo de alguns meses entre as operações. Dessa forma, é uma das práticas mais usadas corrigir a parte do lábio e do nariz logo depois do nascimento e deixe para fechar o céu da boca depois de cerca de um ano.


•••