Entenda a Microcefalia


A microcefalia é um distúrbio de uma condição neurológica em que a cabeça e o cérebro dos bebês são menores que o comum para a sua idade, controlando o seu desenvolvimento mental. A microcefalia acontece porque os ossos da cabeça, que ao nascimento estão separados, se unem antes do tempo, interrompendo que o cérebro cresça naturalmente. Não há tratamentos adequados para a microcefalia, mas tratamentos realizados desde os primeiros anos melhoram o desenvolvimento e qualidade de vida. A microcefalia pode ser provocada por uma série de complicações genéticas ou ambientais. Acompanhe nossa matéria e entenda as causas, diagnóstico e alguns tratamentos para Microcefalia!

Causas da Microcefalia

Microcefalia é o resultado de um crescimento com distúrbio do cérebro que pode acontecer no útero ou na infância. Microcefalia pode ser genética. Algumas outras causas são:

  • Malformações do sistema nervoso central
  • Redução do oxigênio para o cérebro fetal: alguns distúrbios na gestação ou parto podem amenizar a oxigenação para o cérebro do bebê
  • Exposição a drogas, álcool e certos produtos químicos na gestação
  • Desnutrição grave na gravidez
  • Fenilcetonúria materna
  • Rubéola congênita na gestação
  • Toxoplasmose congênita na gravidez
  • Infecção congênita por citomegalovírus.

Doenças genéticas que provocam a microcefalia

  • Síndrome de Down
  • Síndrome de Cornelia de Lange
  • Síndrome Cri du chat
  • Síndrome de Rubinstein – Taybi
  • Síndrome de Seckel
  • Síndrome de Smith-Lemli–Opitz
  • Síndrome de Edwards.

A microcefalia geralmente é detectada pelo médico especialista nos primeiros exames depois do nascimento em um check-up regular. No entanto, caso você desconfie que a cabeça de seu filho é menor do que a de outros da mesma idade ou não está crescendo como deveria, fale com seu médico de confiança.

Diagnóstico da microcefalia

O diagnóstico da microcefalia pode ser composto no período da gravidez, com os exames do pré-natal, e pode ser considerado logo depois do parto através da medição do tamanho da cabeça do bebê. Exames como tomografia computadorizada ou ressonância magnética cerebral também auxiliam a medir a gravidade da microcefalia e quais serão suas prováveis consequências para o desenvolvimento do bebê.
entenda a microcefalia

 

Tratamento da microcefalia

Não há nenhum tratamento medicamentoso para a microcefalia que possa ser eficiente para fazer a cabeça da criança voltar ao comum. É orientado executar terapias para melhorar as habilidades e desenvolvimento da criança, como a fala. No entanto, a fisioterapia, terapia ocupacional e outras maneiras de tratamentos orientadas pelo médico são bem vindas.

Microcefalia tem cura?

A microcefalia não tem cura porque o fator que interrompe o aperfeiçoamento cerebral, que é a união prematuro dos ossos que forma o crânio, não pode ser removido. Se esta união prematuro dos ossos ocorrer ainda no período da gravidez, as consequências podem ser mais graves porque o cérebro pouco se desenvolve, mas existem casos em que a união destes ossos ocorre no final da gravidez ou depois do nascimento, e neste caso a criança pode ter consequências menos sérias.

Prevenção

Se a causa da microcefalia for genética é provável conseguir preveni-la. Consulte um especialista antes de ter um outro filho. Fazer o pré-natal sugerido e evitar o álcool e as drogas no período da gravidez são atitudes fundamentais para prevenir a microcefalia.


•••